12/17/09

Professional Doctorates

[ABSTRACT]
Gonçalo M F C Lopes, “Envisioning an Evolving Environment
Poster position 10”,
in: UK Council for Graduate Education, “International Conference on Professional Doctorates”, London, 2009, pp.110.
(Available in: http://www.ukcge.ac.uk/events/pastevents/0910area/icpd.htm / http://www.ukcge.ac.uk/Resources/UKCGE/Documents/ICPD%20postersv2.pdf, http://www.ukcge.ac.uk/Resources/UKCGE/Documents/ICPD%20Proceedings%20v2.pdf, accessed 16-12-2009.

12/10/09

Congresso Ordem dos Arquitectos

- Pedro Santos e Gonçalo Furtado, [Recomendação] "CONCURSO: PARA ALÉM DE UM FUTURO ENCOMENDADO".
“03.01: Legislação, Encomenda Pública e Defesa dos Consumidors” / "12.º Congresso dos Arquitectos", Ordem dos Arquitectos Portugueses, Vila Nova de Famalicão, 11 Dezembro 2009, 15h

(See: Pedro Santos e Gonçalo Furtado, [Abstract] "CONCURSO: PARA ALÉM DE UM FUTURO ENCOMENDADO", in: "Documentação para o 12.º Congresso dos Arquitectos: Uma Politica Publica de Arquitectura para Portugal", Vila Nova de Famalicão: OA, 2009 pp.20-21.)



- Cristina Silva e Gonçalo Furtado, [Comunicação] "A INTERNACIONALIZAÇÃO DA ARQUITECTURA PORTUGUESA (1974-2009)".
"02.01: Inovação e Criatividade em Arquitectura" / "12.º Congresso" Ordem dos Arquitectos Portugueses, Vila Nova de Famalicão, 11 Dezembro 2009, 10 h.

(See: Cristina Silva e Gonçalo Furtado, [Abstract] "A INTERNACIONALIZAÇÃO DA ARQUITECTURA PORTUGUESA (1974-2009)", in: "Documentação para o 12.º Congresso dos Arquitectos: Uma Politica Publica de Arquitectura para Portugal", Vila Nova de Famalicão: OA, 2009, pp.14-16.

12/9/09

Damça contemporanea e Kitsh

[JURI e ORIENTAÇÃO] -
Marta Oliveira, “Entre a Arquitectura e as práticas cenográficas: De João Mendes Ribeiro a Joana Providência”, FAUP-MIARQ, 2009.
Presidente – Rui Ramos; Arguente – João Mendes Ribeiro; Orientador – Gonçalo Furtado

ARGUENCIA
Anabela Medeiros Correia, “Arquitectura Kitsh”, FAUP-MIARQ, 2009.
Presidente – Rui Ramos; Arguente – Gonçalo Furtado; Orientador – Manuel Graça Dias
FAUP, 10 Dezembro 2009, 10.30h

12/8/09

Diagramas e design methods

APRESENTAÇÕES DE MESTRADO

Guilherme Sepulveda, “Sistemas Diagramáticos: Origens e Usos no Projecto Arquitectónico Contemporâneo” (Dissertação MIARQ), FAUP, 2009.
Presidente – Luis Carneiro; Arguente – Manuel Mendes; Orientador – Gonçalo Furtado
FAUP, 9 Dezembro 2009, 14.00h

Lia Moreira, “Estruturação do processo de projecto: Sua relação com a Arquitectura enquanto profissão na segunda metade do século XX”
Presidente – Manuel Sá; Arguente – António Madureira; Orientador – Gonçalo Furtado
FAUP, 9 Dezembro 2009, 15.30h

12/4/09

Ordem dos Arquitectos

MESA REDONDA

Luis Santiago
Auz
Kaput
Gonçalo Furtado

Ordem dos Arquitectos, Lisboa, segunda-feira, 21.00h

12/2/09

space sintax

Prova de mestrado


Tatiana Nunes,
“Análise espacial e funcional do edifício e envolvente da FAUP: Uma abordagem pela Sintaxe Espacial”,FAUP, Porto (submissão1set. 2009)


Presidente - Francisco Barata; Arguente – Marco Ginoulhiac; Orientador – Gonçalo Furtado / Co-orientador - Miguel Serra
FAUP, 2 Dezembro 2009, 10.30h

mediação

Prova de Mestrado

Angela Oliveira
“Arquitectura Mediada: Difusão através das revistas portuguesas da especialidade”

Presidente – Marta Oliveira; Arguente – Pedro Gadanho; Orientador – Gonçalo Furtado
FAUP, 17 Dezembro 2009, 10.30h.

11/23/09

Interfaces a usar no espaço escolar

Prova de MESTRADO

Daniela Mafalda Reis Barca Ferreira, “KIT Interface: Conceitos para interfaces a usar no espaço escolar”, (Dissertação de Mestrado em Design Industrial),
MDI-FEUP, 25 Novembro, 10.30h.

Presidente: Doutor Fernando J L Alves
Vogal: Doutora Amélia A Carvalho
Vogal: Doutor Gonçalo M Furtado C Lopes

PROVAS DE MESTRADO (MIARQ)

Tatiana Nunes, “Análise espacial e funcional do edifício e envolvente da FAUP: Uma abordagem pela Sintaxe Espacial”
Presidente - Francisco Barata; Arguente – Marco Ginoulhiac; Orientador – Gonçalo Furtado / Co-orientador Miguel Serra
FAUP, 2 Dezembro 2009, 10.30h

Guilherme Sepulveda, “Sistemas Diagramáticos: Origens e Usos no Projecto Arquitectónico Contemporâneo” (Dissertação MIARQ), FAUP, 2009.
Presidente – Luis Carneiro; Arguente – Manuel Mendes; Orientador – Gonçalo Furtado
FAUP, 9 Dezembro 2009, 14.00h

Lia Moreira, “Estruturação do processo de projecto: Sua relação com a Arquitectura enquanto profissão na segunda metade do século XX”
Presidente – Manuel Sá; Arguente – António Madureira; Orientador – Gonçalo Furtado
FAUP, 9 Dezembro 2009, 15.30h

Marta Oliveira, “Entre a Arquitectura e as práticas cenográficas: De João Mendes Ribeiro a Joana Providência”
Presidente – Rui Ramos; Arguente – João Mendes Ribeiro; Orientador – Gonçalo Furtado
FAUP, 10 Dezembro 2009, 14.00h

Angela Oliveira, “Arquitectura Mediada: Difusão através das revistas portuguesas da especialidade”
Presidente – Marta Oliveira; Arguente – Pedro Gadanho; Orientador – Gonçalo Furtado
FAUP, 17 Dezembro 2009, 10.30h.

Cedric Price’s Generator: The project ressurection

Gonçalo Furtado, “Cedric Price’s Generator and the Frazers’ Systems Research (Part 2): Revisiting a behaving design entity”,
in: [10th Annual Planetary Collegium International Research Conference:“Experiencing Design. Behaving Media”], MHMK-University of Applied Sciences Munich, 21 November 2009, 11.30h.

(See: Gonçalo Furtado, “Cedric Price’s Generator and the Frazers’ Systems Research (Part 2): Revisiting a behaving design entity” (2007; initially submitted to Acto/Dedalo), in: Jurgen Faust and Lena Haubold (eds.), “Experiencing Design. Behaving Media”, Munich: MHMK-University of Applied Sciences Munich, 2009, pp.43-44.)

11/13/09

Empreendorismo e Inovação


António Carvalho, Lia Moreira, luis Caló, Pedro Flores, Gonçalo Furtado (Orientador),
"Grupo68: Unidade de Prototipagem Rápida" [POSTER], in:
CONFERÊNCIA INTERNACIONAL "ICEIGO: EMPREENDORISMO E INOVAÇÃO", Parque de Ciência e Tecnologia da Maia, 16-17 Novembro 2009.

10/28/09

Notes on Ignasi Solà-Morales

Gonçalo Furtado, “To interpret the contemporaneous metropolis: Notes on Ignasi Solà-Morales”, in: Footprint (Delft School of Design Journal, Issue “Metropolitan Form”, Autumn 2009, pp.161-172.

available in: http://www.footprintjournal.org/issues/current.

LECTURES ON CEDRIC PRICE AND FLOWS

Gonçalo M Furtado C L,
"The Radical Megastrutural Vanguards and the case of Cedric Price”
+
"The Space of Flows: Designing and Inhabiting the digital",

Elisava School of Design, Barcelona (Spain),
29th October and 26 November 2009.

Abordagens Paramétricas

PROVA FINAL PARA A LICENCIATURA EM ARQUITECTURA
FAUP, 28 Outubro 2009, 20.00h.


Luis Miguel Loureiro de Almeida Grilo
"Processos de Sistematização do Projecto Arquitectónico: Abordagens Tipológicas e Abordagens Paramétricas"

Júri:
Rui Braz (presidente do juri)
Gonçalo Furtado (acompanhante)
Carla Garrido (arguente)

10/22/09

@ UK Council for Graduate Education

[Poster Presentation]

Gonçalo Furtado, “Envisioning an Evolving Environment: [A PhD based in primary archival research]”;
in:
“ICPD: International Conference on Professional Doctorates” (Organised by the UK Council for Graduate Education),

Cavendish Conference Centre-London, 9-10th November 2009.

10/21/09

A sobrevivência da cidade e o ethos global

Gonçalo Furtado, "Redes, Fluxos e interacções expandidas: A sobrevivênvia da cidade e o ethos global", Arq./a, N.74, Outubro de 2009, p.76-79

10/14/09

"A imagem como matéria de reflexão em arquitectura"

PROVA FINAL PARA A LICENCIATURA EM ARQUITECTURA

FAUP, 14 Outubro 2009, 12.30h.


Sofia Raquel Novais de França Rodrigues
"Fragmentos inscritos na memória: A imagem como matéria de reflexão em arquitectura"

Júri
Rui Braz (presidente do juri)
Gonçalo Furtado (arguente)
Luis Pedro Silva (acompanhante)

10/8/09

Análise da FAUP e a space sintax

Tatiana Trindade, Gonçalo Furtado e Miguel Serra, “A análise da FAUP e a sintaxe espacial”, in: Dédalo, N.6, Porto, Set.2009, p.112-117

aceleração urbana

Gonçalo Furtado, “A cultura do urbano e a aceleração: da velocidade mecânica à mohbilidade virtual” (1999/2000), in: Dédalo, Porto, N.6, Setembro 2009, p.118-125

10/6/09

Posters dos Projectos Lidera: Apresentação dos projectos no evento "Inclusão"

- Relatório - Tatiana Trindade (Líder), Augusto Costa, Sara Pinto, (Orientação de Gonçalo Furtado e Co-Orientação de Miguel Serra), "Relatório Final do Projecto Lidera Nº65: Caracterização espaço-funcional de Pólo da UP e áreas adjacentes [Part 1-FAUP]", in: “Inclusão. Dia Lidera”, FAUP-Sala Plana, 8 Outubro 2009. (Poster do
Projecto desenvolvido entre Setembro de 2008 e Setembro de 2009).

- Relatório - Luis Caló (Líder), António Carvalho, Lia Moreira, Pedro Flores, (Orientação de Gonçalo Furtado e Co-Orientação na 1ªfase de José Pedro Sousa), in: “Inclusão. Dia Lidera”, FAUP-Sala Plana, 8 Outubro 2009. (Poster do Projecto desenvolvido entre Setembro de 2008 e Setembro de 2009).

10/4/09

Exchanges within the design and AA arena

Gonçalo Furtado, "G on Second order cybernetics and Design methodology: [Gordon Pask's early exchanges within the design arena and the Architectural Association]", in: E. Corte Real et alt (Coords.), "40IADE40"(Proceedings of the 5th International Conference of UNIDCOM), Lisboa:IADE, Setembro 2009, p.176-184

9/30/09

'On the Architecture of Knowledge'

Gonçalo Furtado, "Gordon Pask (1928-1996): 'On the Architecture of Knowledge' "

in:
Conference "Constructing Knowledge – Das Wissen der Architektur"
RWTH Aachen/Germany, 5 November 2009. (14.00–15.00 - Poster Session).

Constructing Knowledge – Das Wissen der Architektur

Constructing Knowledge – Das Wissen der Architektur
5/6 November 2009, RWTH Aachen/Germany, Conference

Thursday, November 5, 2009

8.30 Registration and Coffee
9.00 Welcoming Remarks

9.15–12.45 Session I What is architectural knowledge?
Session Chair: Sophie Houdart, Centre National de la Recherche Scientifique (CNRS), Paris / France. Respondent: Michael Guggenheim, Universität Zürich

12.45–14.00 Lunch

14.00–15.00 Poster Session
Sabine Ammon, TU Berlin
Remei Capdevila Werning, Columbia University
Mehdi Damali Amiri, Reza Mardani, Amin Rastandeh,
Bu-Ali Sina University, Iran
Andri Gerber & Tina Unruh, Lucerne University
Mari Hvattum, Oslo School of Architecture
Jan Michel Silberberger, Sofia Paisiou, Ignaz Strebel,
Joris Ernest Van Wezemael, ETH Zürich
Andreas Wesener, Birmingham City University
Jennifer Bleek, RWTH Aachen
Nathalie Bredella, Bredella Architecture, Berlin
Matt Burgermaster, New Jersey Institute of Technology /
MABU Design, Brooklyn
Anne Hultzsch, UCL / The Bartlett, London
Elke Krasny, Wien
Sabine Kühnast, Berlin
Sandra Löschke, Sydney
Lisa Ann Pasquale & Adrian Leaman, London
Ignacio Farías, Wissenschaftszentrum Berlin
Gonçalo Furtado, Oporto University
Tanja Herdt, ETH Zürich
Anne-Mette Manelius, Royal Danish Academy of Fine Arts,
School of Architecture
Judith Reitz & Daniel Baerlecken, Aachen / Atlanta
Bettina Schürkamp, Köln
Léa-Catherine Szacka, UCL / The Bartlett, London
Martin Søberg, Royal Danish Academy of Fine Arts, School of Architecture
Wouter Van Acker, Ghent University
Tom Duncan & Noel McCauley, Berlin
Pedro Gadanho, Lisbon
Jimenez Lai, University of Illinois Chicago
Helen Stratford & Diana Wesser, Cambridge / Leipzig
Steven Thompson, Virginia Tech, Blacksburg
Joanna Zawieja, Stockholm

14.30–18.05 Session II Do we search for or do we generate architectural knowledge?
Session Chair: Ingeborg Rocker, Harvard GSD, Cambridge / USA. Respondent: Susanne Hauser, UdK Berlin

19.30–20.45 Keynote Lecture
Mario Carpo: Architectural Knowledge, Authorship, and the Digital Public.
Georgia Tech, Atlanta

21.00 Candide launch party




Friday, November 6, 2009

9:15–12.45 Session III Why should architects write when what they do best is design?
Session Chair: Pier Vittorio Aureli, Berlage Institute, Rotterdam / NL
Respondent: Angelika Schnell, Universität Innsbruck

12.45–14.00 Lunch

14.00–14.30 Screening. Johanna Zawieja, House

14.30–18.30 Session IV Architecture, Fiction and other Stories
Session Chair: Jane Rendell, University College London (UCL) / The Bartlett, London / UK. Respondent: Eva Maria Kraus, Munich

18.00–18.30 Closing Remarks

Gordon Pask and the Architectural Association


40 IADE 40 :: Conference
IADE Chiado Center: Lisbon, Portugal
30th September - 3rd October 2009




8th Session :: Room 1 :: 1st oor :: 2nd October 2009


Maura Danko: “Breaking It Down: Narrative And Form Or: Finding Meaning. An
Experience Of Critical Analysis For Design Students At The Art Institute Of
Pittsburgh”

Nuno Silva: “Form Follows Emotion” | Katja Tschimmel: “Past For The
Future: The Evolution Of The Concept Of Creativity”

Gonçalo Lopes: “G On Second Order Cybernetics And Design Methodology: Gordon Pask’s Early Exchanges Within The Design Arena And The AA”

9/24/09

Artes performativas

Seminário de investigação inter-disciplinar sobre o tema:
"Métodos e instrumentos de investigação em artes performativas"
Faculdade de Motricidade Humana – Sala A, 26 de Setembro de 2009


[10:00h – 10:15h] Daniel Tércio / QUATRO VECTORES PARA PENSAR A INVESTIGAÇÃO QUALITATIVA
[10:15h - 10:30h] Luca Aprea / CORPORALIDAD Y EMERGENCIA CREADORA
[10:30h – 11:00h] Kátia Mortari / A PERSPECTIVA DO PENSAMENTO COMPLEXO COMO SUPORTE PARA A INVESTIGAÇÃO EM DANÇA
DISCUSSÃO [11:00h – 11:30h]
[12:00h – 12:15h] Gonçalo Furtado & Marta Oliveira / O ESPAÇO PARA O CORPO PERFORMATIVO: EXPERIÊNCIAS METODOLÓGICAS EM INVESTIGAÇÃO MULTI-DISCIPLINAR
[12:15h – 12:30h] Ana Medeiros / EVAPORATING AND CONDENSING BODY-MOVEMENT
[12:30h – 13:15h] DISCUSSÃO
[15:00h – 15:15h] Élcio Rossini / TAREFAS: UMA ESTRATÉGIA PARA CRIAÇÃO DE PERFORMANCES E VIDEOPERFORMANCES
[15:15 – 15:30h] Helena Figueiredo / EXPANSÃO DA DANÇA PELAS TECNOLOGIAS DIGITAIS: DOS MICRO-SONS AOS MICROGESTO NAS PRÁTICAS PERFORMATIVAS CONTEMPORÂNEAS
[15:30h – 15:45h] Stephan Jürgens / TÉCNICAS E SOFTWARE DE VISUALIZAÇÃO PARA INVESTIGAÇÃO E ESCRITA
[15:45 h – 16:30h] DISCUSSÃO

9/22/09

LIDERA 2008-2009

- Relatório 2008/2009 -

Tatiana Trindade (Líder), Augusto Costa, Sara Pinto, (Orientação de Gonçalo Furtado e Co-Orientação de Miguel Serra), "Relatório Final do Projecto Lidera Nº65: Caracterização espaço-funcional de Pólo da UP e áreas adjacentes [Part 1-FAUP]", Universidade do Porto, 4 Setembro 2009. (Projecto desenvolvido entre Setembro de 2008 e Setembro de 2009).

- Relatório 2008/2009 -

Luis Caló (Líder), António Carvalho, Lia Moreira, Pedro Flores [Orientação de Gonçalo Furtado e Co-Orientação na 1ªfase de José Pedro Sousa], “Relatório Final do Projecto Lidera Nº68: Unidade de Prototipagem Rápida", Universidade do Porto, Setembro 2009. (Projecto desenvolvido entre Setembro de 2008 e Setembro de 2009).

GORDON PASK, C2 AND ARCHITECTURE : AT KIBERNETES

- Artigo - “Gordon Pask: Exchanges Between Cybernetics and Architecture and the Envisioning of the ‘IE’”, in: Jerzy Józefczyk (guest ed.), Kybernetes, V.38, N.7/8, 2009, p.1317-1331.

O Espaço Publico

Gonçalo Furtado, “Breves notas sobre o encerro: O espaço público na condição urbana contemporânea”, in: Arq./a, Setembro 2009, p.72-73

8/10/09

New paradigms


Second International Symposium on Architecture of 21st Century:
In Search of New Paradigms

Baden-Baden, Germany - 5 August 2009, 9:00 – 17:00

Greg Andonian, Carleton University, Canada
Ayten Aydin Civil Engineer/Anthropologist, IIAS, Italy
Wim Smit, HAN University, the Netherlands & Gonçalo Furtado, Oporto University,Portugal
Craig Anz, Southern Illinois University, Carbondale, USA
Priya R Bangle, Bharati Vidyapeeth College of Architecture, India
Tarkko Oksala, IIAS, Finland
Innocent Chirisa, Dept. of Rural & Urban Planning, University of Zimbabwe
Craig Anz, Southern Illinois University, USA
Liza Medek, Architect, ITA, Carleton University, Canada

7/31/09

ENTREVISTA

Gonçalo Furtado [entrevistado por Luis Santiago Baptista e Margarida Ventosa], "Ver cada arquitecto como constructor da sua identidade", Arq./a, Julho-Agosto 2009, p.128-129.

Gonçalo Furtado, "Remodelação de Apartamento Oyaga I Jerez", Arq./a, Julho-Agosto 2009, p.130-133.

6/22/09

Prototipagem rapida

CURSO DE MESTRADO EM DESIGN INDUSTRIAL
FEUP, Edição 2008/2010

Projecto de dissertação
Título:
Prototipagem Rápida: Desenvolvimentos no Design Industrial Português.
...
Orientador:
Doutor Gonçalo Miguel Furtado Cardoso Lopes (Professor Auxiliar da FAUP).
...
Caracterização sumária do projecto:
A dissertação focará o tema da Prototipagem Rápida, analisando os desenvolvimentos ocorridos em território nacional na área do Design Industrial.
O Projecto de dissertação está estruturado em três fases.
Uma primeira fase engloba a pesquisa de conceitos e teorias relacionados com a área da Prototipagem Rápida. Engloba ainda a análise do panorama do Design Industrial nacional, e a selecção de protagonistas e projectos considerados de excelência. A referida pesquisa realizar-se-á baseada tanto em bibliografia como em Inquéritos e investigação ‘in situ’ no mundo profissional e académico.
Numa segunda fase proceder-se-á ao tratamento dos dados recolhidos e á análise dos casos de estudo.
Numa terceira fase proceder-se-á a redacção da tese e sua apresentação. A redacção resultará não somente num relato histórico, mas também numa descrição crítica da situação nacional contemporânea tendo em conta o seu futuro. Esta história e análise crítica terá em conta as especificidades e potencialidades do contexto nacional.
...
Principais objectivos a atingir:
Realizar uma revisão crítica de conceitos e teorias relevantes para o tema da prototipagem.
Seleccionar um conjunto de protagonistas e projectos de excelência no contexto nacional.
Apresentar um panorama tanto histórico como propositivo que tenha em conta as espeficidades e potencialidades do contexto nacional.
...

Interfaces e Ambientes Inteligentes

CURSO DE MESTRADO EM DESIGN INDUSTRIAL
FEUP, Edição 2008/2010

Projecto de dissertação
Título:
Desenvolvimento de Interfaces e Ambientes Inteligentes: Potenciais Contributos a partir do Design Industrial Português.
...
Orientador:
Doutor Gonçalo Miguel Furtado Cardoso Lopes (Professor Auxiliar da FAUP).
...
Caracterização sumária do projecto:
A dissertação focará os temas do Interfaces e Ambientes Inteligentes, buscando possíveis contributos a partir de potencialidades existentes no Design Industrial Nacional Contemporâneo.
...
O Projecto de dissertação está estruturado em três fases.
Uma primeira fase englobará a pesquisa de teorias, conceitos e projectos de Design, relacionados com o tema dos Interfaces e Ambientes Inteligentes. Esta pesquisa terá por base bibliografia considerada relevante, assim como o levantamento de projectos nacionais e internacionais importantes que poderão servir como casos de estudo. A pesquisa focará tanto material de cariz histórico, como material recente recolhidos por via de Inquéritos e investigação ‘in situ’ no mundo profissional e académico.
Numa segunda fase proceder-se-á ao tratamento dos dados recolhidos, assim como à definição de uma proposta conceptual. Esta proposta contemplará possíveis contributos para o desenvolvimento de Interfaces e Ambientes Inteligentes a partir de potencialidades existentes no Design Industrial Português contemporâneo. A proposta poderá ser parcialmente materializada mediante realização de protótipo.
Numa terceira fase proceder-se-á a redacção da tese e sua apresentação.
...
Principais objectivos a atingir:
Realizar uma revisão crítica de teorias, conceitos e projectos relevantes para o tema geral.
Esboçar uma proposta que contemple as potencialidades existentes no contexto Português para o desenvolvimento de Interfaces e Ambientes Inteligentes.
Previsível construção de protótipo englobando alguns dos aspectos da proposta.
...

TEORIA DESIGN INDUSTRIAL

CURSO DE MESTRADO EM DESIGN INDUSTRIAL
FEUP, Edição 2008/2010

Projecto de dissertação
Título:
Design Industrial em Portugal: Um Olhar sobre as Teorias Contemporâneas
...
Orientador:
Doutor Gonçalo Miguel Furtado Cardoso Lopes (Professor Auxiliar da FAUP).
...
Caracterização sumária do projecto:
A dissertação focará o tema da Teoria do Design Industrial Contemporâneo, buscando a rede de conceitos caracterizadores e potencialmente benéficos do contexto nacional contemporâneo.
...
O Projecto de dissertação está estruturado em três fases.
Uma primeira fase consistirá na pesquisa de teorias, conceitos e projectos relacionados com o Design Industrial contemporâneo. Esta pesquisa terá por base bibliografia considerada relevante, assim como uma selecção de projectos nacionais e internacionais. A pesquisa pressupõe um enquadramento prévio de cariz histórico, uma análise de matérias subjacentes ao tema centrada no período contemporâneo, e um levantamento da matéria emergente mediante a realização de Inquéritos no mundo académico e profissional.
Numa segunda fase proceder-se-á ao tratamento da informação recolhida, assim como à definição de uma proposta conceptual. Este tratamento e proposta focarão a hipotética rede de conceitos caracterizadores e potencialmente benéficos do contexto nacional contemporâneo.
Numa terceira fase proceder-se-á a redacção da tese e sua apresentação.
...
Principais objectivos a atingir:
Realizar uma revisão crítica de teorias, conceitos e projectos relacionados com o Design Industrial, com especial enfoque no período contemporâneo.
Analisar o caso Português.
Esboçar potenciais relações entre Teorias do Design contemporâneo e a especificidade do contexto Português.
...

6/18/09

CENOGRAFIA

ARQUITECTURA E O ENCARGO DA CENOGRAFIA: ENTERVISTA A GONÇALO FURTADO
Entrevista e transcrição por Marta Oliveira (Junho 2009)


[GF] - Diga-se que na história da arquitectura existem muitíssimos arquitectos que estudaram e adquiriram expertize no campo cenográfico. Trabalhavam para teatro, festas e cortejos … representavam cidades e representação na cidade … socorriam-se de mecanismos como a perspectiva, etc etc …. O carácter multifacetado que possuem os próprios arquitectos, propiciava que servissem também o encargo da cenografia …

Hoje, enquanto arquitecto, as artes performativas interessam-me do ponto de vista técnico e conceptual … Desde logo, por uma óbvia relação com o corpo, assim como pela existência de uma relação intensa com o espaço .... Interessava só ressalvar o relevo o aspecto da escala …

Recordo que em determinado altura dos anos 1990s houve a ideia de colaborar com a Joana … ideia que me pareceu então muito interessante … tal permitiria a construir uma instalação de pequena escala em ferro … em que a mudança dos componentes resultava numa variedade de espaços …. Um espaço mutante e transitório … Que é uma coisa que, a vários níveis, sempre me interessa na arquitectura. Um certo carácter transitório, crítico, etc.
Não deixa de ser curioso que comecei no domínio dos métodos e técnicas de exposição (já não sei muito bem o nome da coisa) … no IADE de Lisboa. Por essa altura envolviria-me com espaços cenográficos e expositivos … ao serviço tanto do mundo da arte como do comercial. Concebi então alguns projectos, alguns acabaram construídos muitos outros não …
Confesso que nutria um particular interesse pela dança … cheguei a trazer uma coreógrafa para um par de aulas em conjunto no IADE …. Ai os alunos trabalhavam também sobre espaços de exposição … dentro de um reduzido cubo de 3 por 3 metros … pouco maior que a instalação com a Joana portanto ...

Entre os vários projectos em que me envolvi, encontra-se por exemplo a suporte da exposição “Urban Lab” em 2001 … ou por volta disso … em colaboração com a I.Moreira.
Mais recentemente na AA de Londres, concebi com o Pedro Castelo o suporte em madeira para a exposição “Tracing Portugal” apoiada pela Fundação Calouste Gulbenkian …
Esta relação … a da Arquitectura com o mundo das exposições de arte …é relevante … para além da já referida relação com as artes performativas e com o mundo da arte …
… Interessa-me pois que vejas a minha peça para a Joana em relação com projectos de distintas naturezas que concebi … com as aulas no IADE … em relação com exposições de arte como a que realizi em Barcelona … o facto de conceber as estruturas para suporte de exposições …. Quando não me envolvo ao nível do comissariado …. como aconteceu com a exposição em Londres de 2004 já referida … ou nesta mais recente exposição que visitaste que resultou de uma cooperação com a Universidade de Viena …

Votando ao inicio, voltaria a salientar a referência ao corpo … a e consciência e presença de tal corpo … E de resto entender a arquitectura pelo corpo é algo que se procurou alertar quando se concebeu o “Arquitectura Prótese do Corpo” … e que encontras em muitos textos meus desses anos ….
Por outro lado, voltaria a referir o múltiplo potencial da prática da arquitectura … disciplina que por tradição histórica lida com o espaço e as qualificações que o conformam - sejam eles a luz, a sombra etc. … É precisamente nessa tradição histórica que identificamos a sua “expertize” do construir materialmente espaços … uma expertize que lhe permite igualmente definir espaços mediante aspectos muitas vezes imateriais …
Passando a algo distinto … à arquitectura e cidade contemporânea … não deixa de ser curioso vê-la criticamente como estando a ser reduzida a uma epiderme superficial … ficando frequente e erroneamente reduzida a uma fachada … que delimita espaços artificializados e pouco pensados …. Quero com isto dizer dizer, que podermos constatar que a cidade pós moderna se tornou numa espécie de theme park … um parque temático … Tratar-se-á neste sentido de uma redução do arquitectónico a uma mera prática de fachadismo … errónea …
Poderíamos também neste contexto … encontrar e estabelecer paralelismos entre as duas áreas … com aspectos positivos e aspectos negativos como se perceve...
…. Da relação entre arquitectura e cenografia pode resultar não só uma aprendizagem com um debate … quando ao controle do espaço … quanto à ficção do sonho assim como quanto ás consequências e propósito desse ficcionamento…

UN Studio

THE COMPLEX GEOMETRY AT UNStudio: A CONVERSATION WITH BEN VAN BERKEL’S STUDIO
by Gonçalo Furtado e Diogo Aguiar(in: Arq.a, une 2009)


"[Gonçalo Furtado and Diogo Aguiar] - UN stands for United Networks. Your architecture, flowing through a multidisciplinary synergy, is characterized by the development of projects from organizational concepts (spatial diagrams) and also by systematised investigation of models, both suggesting a strong pragmatic posture. In addition, all this had happened in a system of collaborative work and in a three-dimensional modelling network, since the very beginning of the conception. Would you share with us what is behind your experimentation and how is that coupled with the organisation (spatial and hierarchic) within your office? We would also like you to comment on your strong interest on the CAD-CAM production technologies and more recently on the parametric design and how all this influences your creative process.
[Ben van Berkel] – We are always interested in collaborating with professionals from many different fields. This can range from fashion designers, to artists, to a brilliant engineer or an expert in management and marketing. But it’s true that this united network is inherently hierarchical, in the sense that it is related to processes of design and processes of collaborating and collecting information. For instance when you work with a parametric model there are many different parties involved who individually contribute and direct their particular knowledge and expertise to the design process. In order to make this process workable and efficient all this information needs to be filtered and indeed structured into a form of hierarchy. Through these processes we have also learnt that it is not only the DAD-CAM aspect or the programmatic aspect that creates this hierarchy, it is also models for design, or what we call ‘Design Models’. These models provide prototypical filters which edit the parametric information in order to channel it in a particular direction.
But as we have often said, the technique we work with is social before it becomes technological. We have always believed in technological collaborations where we not only provide each other with hard information, but where we also discuss the various elements of the design. This means that both the hard and the soft sides of the collaboration influence the creative process."

6/15/09

KIT INTERFACE . Investigação D. Barca

Daniela Barca e Gonçalo Furtado, Kit Interface: Interface Portátil e Intuitivo para Estudantes”, in: Nosso Mundo, Nº 60, Vila do Conde, Março 2009, p.14.

6/3/09

5/31/09

A RETROSPECTIVE PUBLICATION ON GORDON PASK ON SCIENCE AND ART


See: Gonçalo Furtado,
“Curiosity and Last Concerns: Brief Notes on Professor ‘G’”, in: Gonçalo Furtado, Albert Müller, Rui Póvoas (eds.),
"Gordon Pask on Science and Art", Oporto: FAUP [A cooperation between UP and Wien University], 2009, p.59-62.

5/30/09

ARTSTATION

GONÇALO FURTADO and GLENN DAVIDSON “A CONVERSATION ON GORDON PASK AND ARTSTATION", (APRIL 2008/9) , in: ARTSTATION, May 2009.

5/29/09

VAN BERKEL

"our interest was never solely focussed on the geometry, nor on the computational techniques themselves. Our interest lay largely in the possibility to carry out spatial experiments and to see how the resulting structures could actually be constructed. Prior to this it was extremely difficult to control complex spaces and it involved a great deal of time. These new techniques meant we could work at greater speed and be more daring in our experiments with spatial organisational principles. (...)
We have learnt instead that by looking back at certain qualities in a number of projects you can discover that they share a particular set of ideas, solutions, conceptual and formal qualities which when combined could potentially produce a key work. Lately, rather than isolating projects, we have adopted this understanding and approach. This is something you also see in music and in art."
Van Berkel, Intervieewd by Gonçalo Furtado and Diogo Moreira.
"THE COMPLEX GEOMETRY AT UNStudio: A CONVERSATION WITH BEN VAN BERKEL’S STUDIO", To be published in Arq./a, June 2009.

Nexus 2010

Nexus 2010: Relationships Between Architecture and Mathematics.
Call for Papers

Sessions:
Shape and Shape Grammars, Lionel March, Moderator
From Mediaeval Stonecutting to Projective Geometry: Formal, Social and Epistemological Shifts, José Calvo-López, Moderator
Architecture, Systems Research and Computational Sciences, Gonçalo Furtado, Moderator
Guerrilla Tactics of Digital Design, Chris Beorkrem, Moderator
Miscellaneous (for papers that do not fall into one of the above categories), Kim Williams, Moderator

Round Tables
Generative Architecture codeness, Celestino Soddu, Moderator
The Geometric Construction of Morphology, Alberto Sdegno, Moderator

Info: Nexus Network Journal webpage:
http://www.nexusjournal.com/CFP-Nexus2010.html

5/25/09

TEMAS MESTRADO FEUP

Mestrado em Design Industrial
Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto
2009



REALIZAÇÃO DE DISSERTAÇÕES DE MESTRADO - ÁREAS PROPOSTAS PELO DOCENTE GONÇALO FURTADO

a) Tema relacionado com Teoria do Design Contemporâneo
b) Tema relacionado com Design Industrial e Prototipagem rápida
c) Tema relacionado com Design de Interiores, Arquitectura Inteligente e Interface.

5/20/09

Modelação cad-cam

Diogo Aguiar e Gonçalo Furtado, MODELAÇÃO E MANUFACTURA: MODELAÇÃO GEOMÉTRICA, MANUFACTURA E CONSTRUÇÃO ASSISTIDA POR COMPUTADOR, IN ARQ./A, N.69, MAIO 2009, P.64-69

5/19/09

GORDON PASK ON SCIENCE AND ART


GORDON PASK ON SCIENCE AND ART: A RETROSPECTIVE EXHIBITION ON A BRITISH CYBERNETICIAN

CURATED BY Gonçalo Furtado and Albert Müller /ORGANIZED BY Gonçalo Furtado, Albert Müller and Rui Póvoas
F.A.U.P. - ESPAÇO DO MUSEU, 1st to the 15th of June 2009, 9-13h and 14-18h.

"Gordon Pask (1928-1996) was one of the most important figures in British and international cybernetics, and an influential promoter of second-order cybernetics. Starting in the 1950s with the experimentation with adaptive machines and computers, Pask developed towards the 1960s and 1970s highly innovative theoretical approaches that could be applied to a variety of fields including social and natural sciences as well as the humanities and arts. So called Conversation Theory is certainly one of the most interesting unifying theories based on the framework of systems sciences.
Pask was regarded by friends, fellow scientists and students as a veritable “genius”. Being both a researcher and a charismatic teacher, Pask was able to maintain a balance between running his own research lab and pursuing his world-wide activities at universities and other institutions. In addition, and embodying the tradition of the Victorian dandy, he had aspirations to combine science achievements with art. In fact, Pask acknowledged the presence of both areas in his life, and he was involved in and made important contributions to the fields of architecture and design.
'Gordon Pask on Science and Art' is a retrospective exhibition on this British cybernetician. It presents hundreds of documents, photographs, reports, correspondence related to Pask’s life and work in general and to his relationship to art, architecture and design in particular. Visitors can tour a well-structured series of exhibition zones and are invited to explore the great variety of Pask’s work as well as the complexity of his mind.
The exhibition is a result of a cooperation of Oporto University and the University of Vienna, and benefited from the curatorial work of Gonçalo Furtado, an expert on Gordon Pask from the Faculdade de Arquitectura, and Albert Müller, a historian with the University of Vienna who is the archivist of the Pask collection. Professor Rui Póvoas is a co-organizer of the exhibition.
The exhibition will take place at FAUP’s museum exhibition space from the 1st to the 15th of June 2009, and it will open to the academic and general public. The opening will be accompanied by a public address by FAUP’s Vice-dean Rui Póvoas and Professors Gonçalo Furtado and Albert Müller. Furtado will focus on his primary research on Pask as well as his book (in-print) which provides an account of Pask’s life and career. Müller will underline the importance of archival material in history of science studies."

4/20/09

As Novas Formas Urbano-Territoriais: A Cidade e o Arquitecto

Gonçalo Furtado, “As Novas Formas Urbano-Territoriais: A Cidade e o Arquitecto(2000)”, in: Arq./a, Abril 2009, p.78-81.

AArchitecture Issue 8

Gonçalo Furtado, The Encounters Around Architecture and Systems Research: (An Introductory Excerpt), in:
AArchitecture, Issue 8, London, Spring 2009, p.10-11

4/17/09

LUGARES EFEMEROS

"Workshop "Lugares Efémeros"
24-27 de Abril
Faculdade de Arquitectura da Universidade do Porto

(...)
Coordenadores:
Álvaro Domingues (?)
Carla Cruz
Carlos Martins
Gonçalo Furtado
João Miguel Teixeira Lopes
Luís Ferreira Alves (?)
Nuno Valentim

(...)
Pretende-se uma intervenção da cidade para a cidade, tornando-se por isso essencial o cruzamento de opiniões, experiências e modos de abordagem e, logo, um obrigatório encontro de diversas áreas disciplinares, dirigida a todos os estudantes do ensino superior.
Espera-se portanto o enriquecimento da cidade através de uma atitude crítica, construtiva e interventiva sempre necessária e, felizmente, cada vez mais presente."

(in: http://in-ner-city.blogspot.com/2009/04/workshop-lugares-efemeros-24-27-de.html, acessed April 2009)

4/9/09

ARTSATION

"A CONVERSATION ON GORDON PASK AND ARTSTATION" (APRIL 2008/9)
GONÇALO FURTADO and GLENN DAVIDSON

Abstract by GF: As I referred in previous writings: “Pask influence to computer interactive arts (a field firmly established at the 1984 Venice Biennale), goes back to his impactful contribution to Cybernetics Serendipity, and it extends for instance to Artstation’s work"... Artstation acknowledged in a 1993 festschrift the relevance of Pask’s understanding of art as a creative process of potentialities and his contribution to their work... The present conversation of myself and Artstation, concentrates on their memories and relationship with second-order cyberneticist Gordon Pask.

* Out of curiosity, the aforementioned large festschrift for Pask was edited by Glanville in 1993, to mark Pask’s retirement date. It included texts of varying lengths expressing the diversity of fields touched on by Pask.

4/7/09

NUTOPIA

Nutopia: exploring the metropolitan imagination
Morgan Arcade, Cardiff. 2-3 April

“Future Cities….utopias, dystopias and making it up as we go along.
We are already living in the future …. presentations explore possible techniques, visions or solutions that maybe utilised in the making and re- making future cites in the light of socio – economic and environmental challenges being faced on a global scale.

Rachel Armstrong, Bartlett School UCL/
Dr. Gonçalo Furtado, Oproto University/
Mac Dunlop, Artist and Writer, Falmouth, Cornwall /
Anne Marie Culhane, artist, Sheffield.
Chair: Dr. Emma Posey, Director BLOC”

(in: http://www.arcadesproject.org/?cat=6)

BIENAL MEXICO

Gonçalo Furtado et alts, "Cidades Digitais: Considerações sobre Planeamento e Urbanismo face á SI", in: Abdré Lemos (Coord.), V BIENAL IBERO AMERICANA DE LA COMUNICACIÓN / MESA 2: CIBERCULTURA, disponivel em http://www.ull.es/publicaciones/latina/bienaldecomunicacionmesa2.pdf, acedido em Abril 2008.

3/30/09

7ª Mostra da UP: Ciência, Ensino e Inovação

Tatiana Nunes, Augusto Costa, Daniel Garvoa, Sara Pinto, Pedro Pinto, (Orientadores: Gonçalo Furtado e Miguel);
“Caracterização Espaço Funcional de Pólo da UP e Áreas Adjacentes [Parte I – FAUP]” [Projecto Lidera Nº65];
Apresentação no Stand da FAUP
7ª Mostra da Universidade do Porto: Ciência, Ensino e Inovação,
Pavilhão Rosa Mota-Porto, 29 Março 2009.

António Carvalho, Lia Moreira, Luís Caló, Manuel Caló, Manuel Lopes, Pedro Flores (Orientadores: Gonçalo Furtado e José Pedro Sousa);
"Unidade de Prototi+agem Rápida" [Projecto Lidera Nº68]
Apresentação no Stand da FAUP;
7ª Mostra da Universidade do Porto: Ciência, Ensino e Inovação, Pavilhão Rosa Mota-Porto, 29 Março 2009.

3/20/09

NUTOPIA

“SYMPOSIUM EXPLORES THE MODERN ‘METROPOLITAN IMAGINATION’

Artist invites everyone from architects to activists to explore the cities of today and the future
Nutopia: Exploring the Metropolitan Imagination

April 2nd and 3rd, Cardiff

(…)

Speakers/ artists:

- Steve Garrett (Riverside Market, Cardiff), Chris Carlsson (San Francisco-based author of ‘Nowtopia’),
- Igloo (socially responsible property investment),
- Peter Draper, Rounded Development (home of sustainable building in Wales),
- Prof Malcolm Miles (Professor of Cultural Theory, University of Plymouth),
- Dr Jill Fenton (Queen Mary University of London Geography Department),
- Dr Tom Hall (School of Social Sciences, Cardiff University), Bas Spierings (Lecturer in Urban Geography, Utrecht University),
- Wiard Sterk (Director of Safle, independent public art consultancy)
- Zoe Skoulding (Bangor University),
- Nell Quest (Rutgers University),
- Karem Said (The American University in Cairo),
- Aparna Sharma (independent film maker),
- Pratap Rughani (University of the Arts, London),
- Rachel Armstrong (Bartlett School, UCL),
- Dr Gonçalo Furtado (Oporto University),
- Mac Dunlop (artist and writer),
- Anne Marie Culhane (artist),
- Dr Emma Posey (Founding Director, bloc),
- Sophie Hope (artist), RoToR (Barcelona),
- Esther Pilkington and Daniel Ladnar (Aberystwyth University),
- Mark Chapple (Save the Children),
- Simon Whitehead and Ben Stammers (movement artists),
- Artstation (Cardiff),
- Rob Bermingham (artist) and Cycle Training Wales,
- Poppy Nicol (Cardiff University)

3/16/09

DIGITAL DESIGN WORKSHOP - OUT OF THE BOX

DIGITAL DESIGN WORKSHOP
"OUT OF THE BOX: THINKING, DESIGNING, BUILDING"
FAUP, 6-10 Abril 2009
By José Pedro SOusa

Organized by G.Furtado e R.Póvoas
"Actualmente, vive-se um momento em que as tecnologias digitais permitem interferir
em qualquer momento do processo de projecto em arquitectura. O recurso a
tecnologias de CAD/CAM (Computer Aided Design / Computer Aided Manufacturing)
têm contribuído para uma expansão das possibilidades conceptuais que o arquitecto
pode investigar, tornando mais eficiente e flexível o seu processo de projecto desde a concepção à construção. O impacto mais visível do uso destas novas tecnologias
manifesta-se na viabilização prática da exploração de geometrias complexas e de
novos sistemas construtivos. Assistindo a concepção, desenvolvimento e
materialização dessas soluções inovadoras, o computador apresenta-se como um
verdadeiro parceiro de projecto que permite ao arquitecto ultrapassar as limitações
impostas pela estandardização dominante na indústria da construção durante o século
passado. Do Estádio Olímpico de Beijing de Herzog & de Meuron ao Guggenheim
Museum de Frank Gehry, das Serpentine Gallery de Toyo Ito ou Álvaro Siza à cobertura
do British Museum de Norman Foster, o uso destas tecnologias digitais tem suportado
a produção de grande parte dos edifícios mais relevantes da contemporaneidade.
Neste contexto, o Workshop “OUT OF THE BOX” dedica-se ao ensino e
experimentação prática de processos avançados de projecto assistido por
computador. Com uma duração de 5 dias, um conjunto de estudantes desenvolverá um
trabalho prático conciso, ilustrativo das oportunidades que se abrem através do uso
extensivo de técnicas e estratégias digitais. De carácter introdutório, este Workshop
decorre em volta do desafio de pensar, projectar e construir geometrias curvas em
arquitectura. O desafio formal desta experiência não pretende representar nenhuma
tendência arquitectónica mas sim, colocar os alunos perante um problema conceptual
e tecnicamente crítico onde possam perceber claramente o modo como as novas
tecnologias permitem expandir e viabilizar o universo de possibilidades de projecto
arquitectónico. No final deste Workshop, pretende-se que a ideia do computador
enquanto instrumento de produção de desenhos técnicos e/ou de apresentação esteja
definitivamente ultrapassada por um conceito mais vasto e enriquecedor."
(in: José Pedro Sousa, "Out of the Box" (policopiado), Porto, s.d.)

SPACE SINTAX

Tatiana Trindade (Líder), Augusto Costa, Daniel Garvoa, Sara Pinto, Pedro Pinto, [Orientação de Gonçalo Furtado e Co-Orientação de Miguel Serra], "1º Relatório de Progresso Projecto LIDERA: Caracterização espaço-funcional de Pólo da UP e áreas adjacentes [Part 1-FAUP]",Universidade do Porto, Março 2009.

UNIDADE DE PROTOTIPAGEM RAPIDA

Luis Caló [Líder], António Carvalho, Lia Moreira, Pedro Flores [Orientação de Gonçalo Furtado e Co-Orientação de José Pedro Sousa], "1ª Relatório de Progresso Projecto LIDERA: Unidade de Prototipagem Rápida",Universidade do Porto, Março 2009.

3/9/09

DESIGN, MANUFACTURE AND EXPERIENCE

DESIGN, MANUFACTURE AND EXPERIENCE: ABOUT ARCHITECTURAL CONCEPTION
Gonçalo M Furtado C Lopes, PhD


"The interference of the digital and the appropriation of the new technologies as a mean and as a support are being felt at the level of the environment of the project (that is, at the very level of design and architectural conception), which is showing the strain of the pressure of information technology and informationalization that it has been undergoing for two decades now, to the extent that new instruments, methodologies and organizational practices are appearing in the carrying out of the design and architectural project. In this paper, based in my 2000’s “Interferências, do Digital no Campo da Arcquitectura” and subsequent books, I will review several transformations and challenges related with Design, Manufacture and Experience.
First, one points to an efficient environment of computerized machines that plan to evolve into a ‘self-generative and self-referential’ system - a new digital environment which aims is to enable design and architectural activity. In that process the development of the CAAD sector should be pinpointed, understood as an instrumental development but, most of all a methodological one, which holds the promise of na environment provided with intelligence and intervention, able to provide imaginative models, generative procedures (incorporating dynamism in the representation) and systems of thought based on casuistry.
Second, one recalls that with three-dimensional modulation supported by interfaces of instant visualization and experimentation, as well as management and manufacturing software (the ‘Parametric CAD’ and the ‘CAD CAM’), the frontiers between numeric programming and spatial experience, and between conception and production, collapse.
Finally one acknowledges that, complex theoretical approaches understand ‘modeling’ in an environment characterized by mediation (which we have been calling a digital network) as a potential construction-constitution of shared living environments, contiguous with physical constructions, which could mean the appearance of new territorial domains of architectural practice."

2009 ASC


"Seminal Experiments on Cybernetic Art, Design and Architecture: Gordon Pask (1928-1996)"
Gonçalo M Furtado c Lopes

"[POSTER CONTENT:]
Column 1. Envisioning an Evolving Environment [...]
Column 2. Experiments on Cybernetic Art and Design [...]
Column 3. Exchanges between Cybernetics and Architecture"


in:
2009 AMERICAN SOCIETY FOR CYBERNETICS: "Cybernetics Talk Dance Anticommunication",
Olympia Community Centre, The Evergreen State College, and the Washington Performing Arts Centre.
Olympia - Washington, United States of America
12-15 March 2009.

3/8/09

LECTURE IN LONDON

SOC and POSTRUCTURALISM

Systems research and alike continue to be of relevance today. Second-order-cybernetics in particualr acknowledges 'subjectivity' in our humane trying to 'objectively' understand the world (post-structuralist pals' call it 'difference') and our role within it
GF

Ergonomia e Interface

MESTRADO EM DESIGN INDUSTRIAL (FEUP/ESAD, 2008-2009)

DISCIPLINA “ERGONOMIA E INTERFACE”Dirk Loyens, Gonçalo Furtado e Teresa Sarmento

“ O objectivo da disciplina de Ergonomia e Interface é orientar os alunos na interpretação e utilização das ferramentas conceptuais e metodológicas das disciplinas da Usabilidade e da ‘Interaction Design’, e em particular na sua aplicação ao campo do Design Industrial. Também será exercido atenção sobre o estudo da teoria do design através da identificação, compreensão e interpretação de temáticas e conceitos de interfaces.
CONTEÚDO: 1.- Usabilidade – Princípios de design para usabilidade, design para usabilidade, métodos para avaliação da usabilidade.; 2.- Interaction Design – O quê é interaction design, o processo de design interactivo, exericio e case study.; 3.- Interfaces – A sociedade pos-industrial, desafios do design para a era pos-industrial, interfaces e tecnologias digitais, interfaces e bio-tecnologias.”
(In: Dirk Lloyes, Gonçalo Furtado e Teresa Sarmento, “FICHA DA DISCIPLINA” [Ergonomia e Interface), FEUP, s.d.

AA

Gonçalo M Furtado C L, “The Encounters Around Architecture and Systems Research: [An Introductory Excerpt]”, in: AA Issue 8 (Newsletter), Architectural Association, London, 2009. [Forthcoming]

This text is an excerpt of Furtado’s original text: Gonçalo M. Furtado C. L., “Envisioning an Evolving Environment: The Encounters of Gordon Pask, Cedric Price and John Frazer” [PhD Dissertation], London: University College of London, 2007, pp.6-8.
The thesis was based mainly on Furtado’s 2005 primary research of Gordon Pask’s personal archive (held by Ms. Amanda Heitler at the time) and Cedric Price Archives (held at the Canadian Centre for Architecture). Research was made possible by a scholarship from FCT (Co-financiamento do programa Operatcional da Ciência e Inovação 2010 e do Fundo Social Europeu). The thesis’s abstract reads: “This thesis provides a history of exchanges between architecture and the fields of cybernetics, systems research and computation throughout the last five decades. In particular, it focuses on the encounters between three pre-eminent British professionals - Gordon Pask, Cedric Price and John Frazer - and provides a complete account of two outstanding architectural projects related to systems and computation - Generator and Japan Net. It also highlights the architectural relevance of these encounters and the importance of their contemporary legacy - the genesis of the systemic and computational paradigm in architectural design and the promotion of an evolving environment.”

In addition, see my papers and books on these topics [above], as well as the following documents:
FURTADO, Gonçalo, “Towards a Responsive Architecture: Cedric Price’s Architecture and Systems Research” (Scientific report), FAUP, March 2006; and Gonçalo, “Envisioning an Evolving Environment […]” (Scientific Report), FAUP, February 2007.

Acknowledgements: I am grateful to Terence Riley (for the Interview published in 2003); to OA (for their invitation to give a talk at Serralves about the Metabolists and MoMA’s “the Changing of the Avantguard” in 2003); to C.Larsen (for his help during my research at MoMA in 2003(?)), to H.Schubert (for his help during my research at the CCA in 2005), to A.Heitler (for her help during my research at Pask’s archives in 2005); to V.Silva (for his brief commentaries on my text on C.Price and Cybernetics submitted to PSIAX in 2004); and to Jonathan Hill (for his commentaries during my 2005 presentation at the Bartlett titled “Enabling Architecture and Technological Responsivity in Cedric Price”). I am also grateful to Neil Spiller, the Frazers and Roy Ascott.

Further readings:
FURTADO, Gonçalo, “Algumas notas sobre uma ‘segunda ordem’ de relacionamento entre arte e tecnologia e seu reflexo na arquitectura”, Ar: Cadernos da FAUTL, Lisbon, 2006, pp.50-57.
FURTADO, Gonçalo, “Generator and Beyond”, Coimbra: Semear Palavras, January 2008.
FURTADO, Gonçalo, “The JN Experience ("Cedric Price, Gordon Pask and John Frazer: Generator, Japan Net and Other Responsive and Evolving Environments”: Part A)”, in: Luis Borges Gouveia (ed.), “Internacional Colloquium “Digital cities summit: From virtual world to human world”, (Acts Proceedings; ICSP, 2007), (Forthcoming)
FURTADO, Gonçalo, "Cedric Price and Gordon Pask: The Japan Net Experiment (1986)", in: Robert Trapll (ed.), Vienna: Austrian Society for Cybernetic Studies, EMCSR 2008, pp.138-143.
FURTADO, Gonçalo, "Cedric Price's Generator and the Frazers' System Research 1", in: Technoetic Arts (edited by Roy Ascott), Vol. 6, N.1, (submitted March 2007) 2008.
FURTADO, Gonçalo, “A Viragem dos anos 60-70 e o reconhecimento de novas attitudes” (“The shift of the 60s and 70s and the Acknowledgment of New Attitudes: Notes about Systems Thinking in the Language of Architecture”), in: Arq./a, Nº61-"Intervenções informais", September 2008, p.24-27.
FURTADO, Gonçalo, "Towards an Evolutionary Archiectural Aesthetics (Part A: Today’s techno-scientific interests and the earlier enabling of the emergent”, in: Furtado e Póvoas (eds.), “Contemporary Architectural Challenges”, Oporto: FAUP, 2008, p.15-18.
FURTADO, Gonçalo, “Some readings on Cedric Price’s work and the Generator”, in: Furtado e Póvoas (eds.), “Cedric Price’s Generator and the Frazers´Collection”, in: “Cedric Price’s Generator […]”, Oporto: FAUP, 2008, p.79-95.
FURTADO, Gonçalo, “Envisioning an Evolving Environment-Encounters of Gordon Pask, Cedric Price and John Frazer: A Brief Account”, in: W.Fiel, M.Jahrmann (eds.), “New Realities. Being Syncretic. BOOK OF ABSTRACTS”, Wien: University of Applied Arts, 2008, p.34.
FURTADO, Gonçalo, “Envisioning an Evolving Environment-Encounters of Gordon Pask, Cedric Price and John Frazer: A Brief Account”, in: Roy Ascott, Wolfgang Fiel, Gerald Bast, Margarete Jahrmann (eds.), “New Realities. Being Syncretic, NewYork-Wien”: SpringerWienNewYork, 2009, pp.118-122.
FURTADO, Gonçalo, “Gordon Pask: Exchanges Between Cybernetics and Architecture and the Envisioning of the ‘Informational Environment’”, in: J.Józefczyk, W.Thomas, M.Turowska (eds.), XIVth International Congress of Cybernetics and Systems of WOSC: Prodeedings, Poland: Oficyna Wydawnicza Politechniki Wroclawskiej / World Organization of Systems and Cybernetics, 2008, p.910-921.
FURTADO, Gonçalo, “Gordon Pask (1928-1996): Seminal Experiments on Cybernetic Art and Design (From a Childhood Curiosity and Mobiles to the I.E.’s Symbiosis”), in: Álvaro Barbosa (ed.), "Artech 2008: IVth International Conference on Digital Arts", Porto: 2008.

IGNÁSI SOLÁ-MORALES

TO INTERPRET THE CONTEMPORANEOUS METROPOLIS: NOTES ON IGNÁSI SOLÁ-MORALES
Gonçalo Furtado


"
* The legacy of Ignási Sola-Morales

The theory of architecture and urbanism faces the difficult task of struggling to make acknowledgeable the complexity of the modern city. In this sense, the legacy of the recently diseased history researcher and architecture theorist Ignási Sola-Morales arises as a sharp, generous and open perspective.
I clearly remember how the news that his heart yield in due to a stressful life strongly shook the architectural milieu.
Not expecting such a rigueur as that out coming from relatives and close relations, I dared, for three nights, having for company the motorway buzz, to organize a set of notes that the contact I had had with Solá-Morales writings personality granted me to take.
Besides an apparent sense of enigma, his work has the genuine capacity of describing the cartography and sharing the city in its contemporary complexity.
[...]
As this same article advances, we intend to show how the work of Ignási Sola Morales presents, in a generous, sharp and open way besides all the apparent enigma, the genuine capacity of cartographing and sharing the city in all its contemporaneous complexity."

3/5/09

Acronyms

List of the acronyms, in alphabetical order, that I have used in my texts


AA - Architectural Association

AI - Artificial Intelligence

A of K - Gordon Pask's expression: Architecture of Knowledge

C1- First Order Cybernetics

C2 - Sencond Order Cybernetics

CT - Gordon Pask's Conversation Theory

CP - Cedric Price

GP (or G) - Gordon Pask

IA - Gordon Pask's Interaction Theory

ICT - Information and Communication Thecnologies

IE for Information Environment

IS - Information Society

JN - Cedric Price's Japan Net

LP - Gordon Pask's expression: Language Protocolg

3/4/09

LECTURE AT TESLA

GONÇALO FURTADO's LECTURE AT THE UNIVERSITY COLLEGE OF LONDON

ORGANIZED BY "TESLA-ART AND SCIENCE RESEARCH INTEREST GROUP"

Garwood Lecture Theatre, South Wing. University College of London, Gower Street, London, WC1E 6 BT.

Wednesday, 11th of March, 5.00 to 6.00 pm



"Some Links between Infinite Scales and Primary Archival Research on Pask and Price.
Abstract: Art, Design and Architecture have all been affected and influenced by computer science and related fields, and this fact can act as the inspiration for a mutant generative environment. In this lecture, I will argue that the contemporary condition suggests the need for a dialogue between the infinitely large and small. The minute scale of the body-technology-space interface has become a critical question, and, on a larger scale, the dynamics of self-organizing systems has come to dominate our understanding of the meta-environment of the future. I will also provide a brief history of exchanges between architecture and the fields of computation and cybernetics, based on my books and primary archival research on the British mavericks Gordon Pask and Cedric Price".


BIO

Gonçalo Furtado is Professor Aux. of Architecture. He has written several books, including "Notes on the Space of Digital Technique" (2002), "Marcos Cruz: Unpredictable Flesh" (2004), "The Construction of the Critical Project" (2005), and the compilation "Architecture: Machine and Body" (with R.Braz, 2006). He has given lectures in the UK, USA, Portugal, Spain, Brazil, Colombia, Austria, Mexico, Poland and Germany. His PhD Dissertation provided a history of exchanges between architecture and the fields of cybernetics, systems research and computation. In particular, it focuses on the encounters of British professionals such as Gordon Pask and Cedric Price, and provides a complete account of the outstanding Generator and Japan Net projects. Furtado's paper "Gordon Pask: Exchanges between Cybernetics and Architecture and the Envisioning of the 'Informational Environment'", won "The Kybernetes Research Awards-Highly Commended Paper" at the last World Organization of Systems and Cybernetics’ International Colloquium.

LAUNCH AT THE BARTLETT

GONÇALO FURTADO'S BOOKS LAUNCH AT THE BARTLETT

The Bartlett, Wates House, 22 Gordon Street, London WC1H 0QB.

Wednesday 11th of March, 7.30 to 8.30 pm



FURTADO, Gonçalo. "Generator and Beyond: Encounters of Cedric Price and John Frazer", Coimbra: Semear Palavras, Jan. 2008.

"Furtado´s thorough and committed investigative practice is an inspiration and a benchmark of excellence" (Roy Ascott, The Planetary Collegium)

"I must ... confess a vested interest in the subject of this book and its author ... As the years progressed my respect for Gonçalo increased as I observed his tenacity as a architectural researcher..." (Neil Spiller, Bartlett)

"... an important addition to recent scholarship on Price". (Suzanne Strum, Metropolis)

" ... impressed by the depth of his research, insight and commitment ... I fully support this book written by someone with Gonçalo´s knowledge of, and passion for, the project". (Nic Bailey, Former principle collaborator)

" ... timely and promises to unlock some of the mysteries of this work" (Howard Schubert, CCA)

"... a critical text as architecture awakes in the 21th century". (Ted Krueger, RPI)

FURTADO, Gonçalo, and PÓVOAS, Rui (eds.). "Cedric Price's Generator [...]", Porto: FAUP, Sept. 2008.

"This timely book highlights the Generator, and all Price's projects the Generator may indeed come to be regarded as his most significant proposition." (John and Julia Frazer).



* A bar will be run by the students. All invited!



** During the afternoon, Professor Furtado will give a lecture at UCL.

3/2/09

LIDERA

SUPERVISÂO DE PROJECTOS LIDERA

Tatiana Nunes (coord) et alts, “Análise computacional da qualidade funcional das áreas adjacentes aos Pólos Universitários (UP)”, Pré-Proposta-Projecto Lidera Nº65-UP [Supervisão de Gonçalo Furtado e Miguel Serra], Porto, 2008.
Disponível em: http://sitesrc.up.pt/lidera/65-Analise_qualidade_funcional.pdf, acedido 2009-03-02.

Manuel Lopes (Coord.) et alt, “Mobiliário Inteligente”, Pré-proposta-Projecto Lidera Nº67-UP [Supervisão de Gonçalo Furtado e José Pedro Sousa], Porto, 2008.
Disponível em: http://sitesrc.up.pt/lidera/67-Mobil_inteligente.pdf, acedido 2009-03-02.

Luís Caló (Coord.) et alt, “Oficina de Prototipagem Rápida: Concepção e manufactura assistida por computador de maquetes para arquitectura e design industrial” Pré-proposta-Projecto Lidera Nº68-UP [Supervisão de Gonçalo Furtado e José Pedro Sousa], Porto, 2008.
Disponível, http://sitesrc.up.pt/lidera/68-Prototipagem_rapida.pdf, acedido 2009-03-02.

2/28/09

... ESPAÇO URBANO

Gonçalo Furtado, “Estruturação e suportes da produção de espaço urbano”, in: Dédalo, Nº5 [Centripetação], Fevereiro 2009, p. 112-127

2/24/09

Architecture at IJUP 2009

Paralell Oral Sessions VI
A1 - Architecture



Manuel Estêvão Dias Ferreira, “Norma e Desvio no Desenho do Projecto: A Hipótese de uma Retórica da Imagem na Arquitectura”

A.Lei Oliveira and G. Furtado, “Portuguese Architectural Publications: Spaces of Contamination and (Re)procution”

Marta Oliveira, “The Relationship Between Architecture and Scenography”

A.S.F. Santos, “The Artistic Intervention as a Way of Questioning Experiences of Living in Public Space”

Catarina Marques and Rui Ramos, “Lilong: The Architectural Style of Shangai, a Reference for Contemporary Architecture”

Pedro Levi Bismarck, “Spacing ZYX 24: Ethos, Aletheia, Porous, Poiesis”



POSTERS
(25th-27th February 2009)

Eugénio Cardoso and Gonçalo Furtado, “Architecture in Portuguese Culture Space
Analysing the Contribution of Eduardo Prado Coelho”

L. Moreira, “Structures of Project and Architecture Profession”

G. Sepúlveda, “The Diagram: Current Uses and Potential for a Generative Process”

J. P. Tenreiro, “The ODAM group”

Bruno Peixoto and Rui Ramos, “Ways for an Architectural Practice: Os Grandes Armazéns Nascimento in Oporto”

Sílvia Ramos, “Ideas, plans and urban projects.Cordoaria,Porto”

A. Martins, D. Pacheco, E. Vieira, G. Alizzi, I. Sousa, J. Coelho, “MELGAÇO - defesa e morfologia urbana”

Tatiana Nunes Trindade, Gonçalo M Furtado C Lopes and Miguel Serra, “Spatial and Functional Analysis of a UP’S Faculty and its Surrounding Área: A Space Syntax approach”

L.Pereira, “AGORA 4D:Urban Simulation and Public Participation
based on Virtual Environments and Web 2.0”

IJUP 2009

IJUP 09: 2ND MEETING OF YOUNG RESEARCHERS OF U. OPORTO
(FAUP, 25-27 February 2009).

ORAL SESSIONS (25th February 2009)

Paralell Oral Session I
A1 - Electronics
A2 - Communication Sciences 1
A3 - Pharmacology

Paralell Oral Session II
A1 - Software, Electronics & Physics
A2 - Communication Sciences 2
A3 - Medical Sciences

Paralell Oral Session III
A1 - Networks
A2 - Chemistry
A3 - Neurosciences 1

ORAL SESSIONS (26th February 2009)

Paralell Oral Sessions IV
A1- Materials &Technology Design
A2 - Communication Sciences 3
A3 - Medical Sciences 2

Paralell Oral Sessions V
A1 - Agronomy and Environment
A2 - Communication Sciences 4
A3 - Sport Sciences

Paralell Oral Sessions VI
A1 - Architecture
A2 - Biological Sciences
A3 - Pessychology & Educational Sciences 1

Paralell Oral Sessions VII
A1 - Art & Design
A2 - Biological Sciences 2
A 3 - Pesychology & Educational Sciences 2

ORAL SESSIONS (26th February 2009)

Paralell Oral Sessions VIII
A1 - Chemical Engineering & Materials
A2 - Humanities
A3 - Social Sciences

POSTERS (25th-27th February 2009)

2/18/09

CENTRIPETAÇÃO


“Dédalo 05” / “Centripetação”
25 Fevereiro 2009 - 17h,
Café Galerias de Paris

Mesa Redonda com: Gonçalo Furtado, José Albuquerque, Nuno Grande, Nuno Valentim (Moderação Carlos Azevedo).

Inclui Lançamento de Revista e Divulgação dos vencedores do concurso Cobertura da Galeria de Paris.

...Uma Determinada Invisibilidade da Arquitectura

"[... Gonçalo Furtado]: É importante revitalizar uma certa dimensão projectual realista que, com considerável frequência, existe nas arquitecturas radicais?
[Juan Herreros]: Sim. Partilho da tua visão sobre Price, muito arquitectónica. Foi uma personagem que renunciou às práticas convencionais mas não no sentido de se converter numa personagem utópica à margem da prática
[Gonçalo Furtado]: A sua obra é um questionar de convenções, que não prescinde da capacidade de poder ser actualizada/aplicada.
[Juan Herreros]: Creio que é um grande questionador de convenções, mas que questiona a partir da prática. [...] Eu creio que ele tem um valor extraordinário, nomeadamente de permanecer simultaneamente enquanto observador e protagonista; como alguém que é ao mesmo tempo parte e narrador do sistema.
[Gonçalo Furtado]: Era um sonhador que construía sonhos, sonhos que raramente acabaram materializados em edifícios, mas sonhos pragmaticamente delineados a partir de elementos da realidade.[...]"

in: Gonçalo Furtado e Juan Herreros [Entrevista], “Conversa em Londres com Juan Herreros: Fascinados por uma Determinada Invisibilidade da Arquitectura”, in: Arq./a, Fevereiro 2009, p.76-76

2/10/09

ARTIGO SOBRE CAC POR JOSE PEDRO SOUSA

DESAFIOS CONTEMPORÂNEOS DA ARQUITECTURA
Por José Pedro Sousa (Outubro, 2008)


A Faculdade de Arquitectura da Universidade do Porto acolheu recentemente o evento “Contemporary Architectural Challenges 2008: Conception, Production and Performance”. Organizado pelos Professores Rui Póvoas e Gonçalo Furtado, esta iniciativa singular envolveu um conjunto de conferências, exposições e workshop em volta de alguns dos mais importantes desafios que se colocam hoje à disciplina. Neste evento, o impacto das tecnologias digitais foi um dos temas centrais, comprovando o interesse crescente nesta área que se verifica hoje em Portugal, [...]

Comissariado pelos Professores Rui Póvoas e Gonçalo Furtado, realizou-se no passado mês de Setembro na Faculdade de Arquitectura da Universidade do Porto o evento “Contemporary Architectural Challenges 2008” (CAC2008), que procurou reflectir sobre os “desafios enfrentados pelo projecto e construção de sistemas arquitectónicos face ao actual contexto tecno-cultural da Sociedade da Informação”. Sucedendo-se a outras iniciativas passadas organizadas por Furtado, como o encontro Arquitectura e Sociedade da Informação (FAUP, 2004) e Tracing Portugal (AA, 2004), este evento referenciou-se a três vertentes da disciplina –Concepção, Produção e Performance- para gerar um debate que contribuísse para o esclarecimento e questões tais “como se caracteriza o impacto das tecnologias de informação e comunicação na disciplina?”, “verifica-se sustentabilidade nas actuais abordagens arquitectónicas?” ou “como lidar com os correntes fenómenos da complexidade e do emergente?”. Para este efeito, organizaram-se quatro iniciativas paralelas -um ciclo de conferências e mesas redondas, duas exposições e um workshop prático- que em seguida se descrevem sucintamente.

Refira-se ainda que este evento se sucedeu a uma sessão de homenagem ao Prof.Fernando
Lisboa da FAUP, realizada a 1 de Julho de 2008, que foi uma das pessoas pioneiras em
Portugal a pensar e a ensinar sobre o uso do digital em arquitectura, tendo deixado um original e valioso conjunto de reflexões e publicações sobre essa temática.

Encontro de Conferências e Mesas Redondas.
Sob o nome do próprio evento, realizou-se um ciclo de conferências e mesas redondas que trouxeram à FAUP um vasto conjunto de docentes, investigadores, profissionais e críticos nacionais e internacionais, provenientes de diversas áreas disciplinares como a arquitectura, urbanismo, arte, design, engenharia, ciências da computação, robótica, história ou filosofia. Entre os participantes, contaram-se alguns nomes internacionais sonantes como os teóricos Josep Maria Montaner (ETSAB, Espanha) e Neil Leach (Brighton University), o vice-dean do RPI, Ted Krueger (RPI, USA) ou a comissária de arte Jasia Reischardt (UK). Idealizado por Gonçalo Furtado e Rui Póvoas, o formato destas sessões consistiu em grupos de comunicações individuais curtas seguidos de uma mesa-redonda de discussão entre os oradores, mas aberta à participação publica. A finalizar cada dia realizou-se uma conferência principal de maior duração. Os sub-temas que organizaram os vários agrupamentos foram: “Perspectivas no Ensino e na Investigação”, “Concepção e Produção” e “Concepção e Performance”.

Entre as várias perspectivas e experiências que se cruzaram, podem-se destacar algumas referências importantes. Por um lado, e como se pode verificar pela conferencia de Neil Leach,o campo de exploração de projecto na arquitectura contemporânea atravessa um período de grande liberdade formal e material, que já nao acontece somente nos países mais avançados. Da América Latina à Ásia, encontram-se múltiplos exemplos práticos que revelam um interesse crescente na exploração de novas possibilidades de projecto abertas pelo uso de processos digitais avançados. Vista à escala global, esta constatação configura uma espécie de tendência e debate geral que, salvo raras excepções, nao têm sido acompanhada em Portugal. Por outro lado, foi possível constatar pelas comunicações nacionais que se atravessa um período de viragem que promete desenvolvimentos próximos significativos neste campo, tanto ao nível prático como do ensino da arquitectura.Paralelamente, foi possível constatar a familiaridade que outras áreas em Portugal, como a engenharia, detém com as tecnologias e processos digitais, pelo que se estimula o intercâmbio disciplinar com a arquitectura, os seus profissionais e as suas escolas.

EXPOSIÇÃO “Cedric Price’s Generator: The Frazers’ Collection“Comissariada pelos Professores Gonçalo Furtado e Rui Póvoas, esta exposição trouxe pela primeira vez a público um conjunto de desenhos relativos a um projecto enigmático do arquitecto britânico Cedric Price chamado “The Generator”, os quais têm estado à guarda da família Frazer. Conhecido pelo seu envolvimento no grupo Archigram, Cedric Price desenvolveu este trabalho entre 1976 e 1079, procurando integrar preocupações avançadas de projecto que pudessem lidar com situações dinâmicas de fluxos e actividades variáveis. Por este motivo, e pela contribuição de investigações tecnológicas dos Fraser, esse projecto chegou a ser denominado como o “primeiro edifício inteligente”. A pesquisa e selecção subjacente a esta amostra realizada no museu da FAUP resulta do trabalho de doutoramento que Furtado desenvolveu na UCL em Londres, tendo sido estruturada e contextualizada para
esta iniciativa por ambos os comissários.

EXPOSIÇÃO “Inserting New Technologies in Undergraduate Architectural Curriculum: A
Case Study”
Comissariada pelo Professor José Pinto Duarte, esta exposição apresenta um conjunto de trabalhos práticos realizados em ambiente académico, no âmbito de cursos de licenciatura em arquitectura em Portugal. Através de um conjunto de desenhos, maquetas e protótipos produzidos digitalmente, constatam-se diferentes possibilidades de exploração de ferramentas digitais em arquitectura, desde a representação à construção, que o autor tem vindo a desenvolver de forma inovadora nas cadeiras que lecciona. Segundo José Pinto Duarte, “essas ferramentas abrangem 3 cursos e laboratórios com modelação geométrica avançada, prototipagem rápida, realidade virtual e equipamento de colaboração remota. O objectivo imediato foi o de montar um “virtual design studio” que potenciasse o pensamento criativo de projecto. O derradeiro objectivo foi o de preencher o critério de satisfação individual, aquisição de capacidades profissionais especializadas e a contribuição para o desenvolvimento económico da sociedade que deve estar subjacente à educação
universitária.” Neste contexto, esta mostra revelou-se uma oportunidade para verificar uma abordagem pioneira ao nível do ensino com novas tecnologias em Portugal, a qual tem servido de base para o estabelecimento de relações próximas da universidade com a indústria nacional, e para uma exposição internacional, através da divulgação regular dos trabalhos realizados.

WORKSHOP “Projectar e Construir Geometrias Complexas”
Com uma duração de 3 dias, este Workshop ministrado pelo estúdio de arquitectura ReD,
Research+Design dedicou-se ao ensino e experimentação prática de processos avançados de projecto e fabrico assistidos por computador. Com uma duração de 3 dias, o autor deste texto, auxiliado por Luís de Sousa e Artur Fontinha, orientou um conjunto de 24 estudantes e profissionais ligados à arquitectura no desenvolvimento de um trabalho prático conciso e ilustrativo das novas oportunidades que se abrem na disciplina através do uso intensivo de estratégicas técnicas digitais. Com este objectivo, propôs-se o desafio de pensar, projectar e construir geometrias curvas em arquitectura. A natureza formal desta experiência nao pretendeu representar nenhuma tendência arquitectónica mas sim, colocar os participantes perante um desafio conceptual e tecnicamente crítico com o qual pudessem perceber claramente como o digital pode expandir o universo de possibilidades de projecto. Pedagogicamente foram apresentados e discutidos três casos de estudo práticos da arquitectura contemporânea, que serviram de referência para possíveis aplicações dos processos e técnicas investigadas. Com o apoio da empresa Paraglobal, os trabalhos foram realizados utilizando o software de modelação geométrica avançada Rhinoceros, tendo sido fabricados digitalmente através de processo de corte CNC (controlado numericamente por computador) efectuado pela empresa FeyoDesign. Deste modo, os projectos apresentados em exposição pública através de cartazes e maquetas, foram demonstrativos de uma utilização transversal do computador, desde a concepção à construção. Apesar da curta duração desta iniciativa, e dos participantes se estarem a iniciar nestes processos, a complexidade do resultado formal e material alcançado nas propostas tornou evidente a contribuição do computador para a inovação, uma vez que seria muito difícil de poderem ser idealizadas, controladas e executadas recorrendo a processos de projecto e fabrico convencionais.

2/9/09

MIPA - FAUP

Mestrado em Metodologias de Intervenção no Património
Faculdade de Arquitectura da Universidade do Porto

Proposta de temas para dissertação feita pelo docente Gonçalo Furtado:
- Cultura Urbana e Intervenção Projectual;
- Memória vs Intervenção Projectual vs Tematização;
- Regeneração e Indústrias Criativas;
- Simulações Info-gráficas.

2/5/09

JOSEP MARIA MONTANER

Gonçalo Furtado e Josep Montaner [entrevistado], “Josep Maria Montaner: O mistério do silêncio da Arquitectura”, in: Arq/a,Janeiro 2009, p.74-76.

"
[GF] A historiografia crítica de Tafuri debate a arquitectura como uma disciplina “muda”, a falência das vanguardas e a questão da autonomia. Paralelamente recordo toda uma escola Italiana Veneziana e Milaneza proto pós-moderna (que colapsará mais tarde com o pós-estruturalismo), que pega nesse manancial da memória, da linguagem e cultura arquitectónica, com vista a procurar um vocabulário que permitisse à arquitectura poder voltar a comunicar com a sociedade após a abstracção da linguagem moderna. Acreditava-se assegurar por essa via uma possibilidade de actuação na sociedade pelo arquitecto…
[JM] Sim, o que tu dizes levanta muitas questões. Desde logo, a questão da arquitectura como linguagem e com capacidade comunicativa (via semiótica e estruturalismo). Manfredo Tafuri parte da problematização desta possibilidade e Peter Eisenman completa-a negando tal possibilidade. A Itália aglutinou a evolução teórica deste projecto crítico, detrás da forte cultura italiana dos anos 1950-70s que inclui Ernesto Nathan Rogers e seus discípulos (Aldo Rossi, Manfredo Tafuri, Giancarlo de Carlo, Giorgio Grassi, Carlo Aymonino, etc); e houve esta confiança (ex: Rossi ou Grassi) de que haveria esta linguagem e vocabulário. (Neste nó da cultura Italiana, há ainda toda uma linha de evolução Romana e mais internacional com Bruno Zevi e o Organicismo, que possuiu uma influência transcendente como por ex: Lina Bo Bardi). Voltando à crítica tipológica, houve confiança de que se projectava desde este caudal de saber, a arquitectura redimira-se porque comunicava com a colectividade que identificaria esta linguagem. Na verdade, Rossi terminará auto-repetindo uma linguagem muito formalista, que trairá a sua teoria e que vai tirar força à sua aproximação nas últimas décadas. Grassi defenderá quase a arquitectura enquanto “natureza morta”, algo fechado em si mesmo, e que tudo já foi dito.
[GF] Após um século XX que indagou acerca de uma linguagem universal, concentrando-se em determinado momento nos problemas e possibilidades de comunicação da arquitectura, assistimos ao colapso com a Desconstrução (tanto carregada de niilismo como dos benefícios de reflectir sobre o papel da arquitectura na sociedade e status do arquitecto). Referias Eisenman que, no limite da crítica de Tafuri, negou essa possibilidade. Tratou-se de um abalo problemático e que comporta a necessidade de uma reflexão acerca do papel social da disciplina. Continuou-se a experimentar novas linguagens. Parece-me curioso que tal niilismo também coincida com uma tendência para o chamado “super-modernismo” das caixas de inspiração minimalista dos anos 1980s (ainda que não necessariamente neutras e silenciosas), para algum apogeu do high-tech, e para a disseminação da arquitectura da “big orange” em prole da globalização da esfera económico-cultural.
"

2/3/09

A IDEIA DE UM FORUM DIGITAL: Resposta a Fernando Lisboa.

IDEIA DE UMA FÓRUM DIGITAL SOBRE PROJECTO
(Gonçalo Furtado a Fernando Lisboa, Outubro de 2000)
LISBOA
“(…) Em resposta ao seu e-mail e em relação à conceptualização de um ‘Fórum digital’,
a nossa conversa ao jantar clarificou a sequência de e-mails que trocámos.
TEMÁTICA
O fórum parece-me neste momento claro como um local de reflexão em volta do ‘Projecto’. Projecto em sentido lato, (…) dado que o sistema ‘arquitectura’ é já imperativamente um território por definição elástico e permeável, à semelhança de qualquer pensamento coerente com a sua condição pós-moderna, isto é, não linear (…).
ANTE - PROGRAMA
O fórum seria pois um lugar trans-diciplinar ‘em construção’; mas este, na sua base (e de forma a assegurar a sua vitalidade-sustentabilidade futura), não pode prescindir de uma definição clara do seu pressuposto - uma espécie de ‘Ante-programa’. (Ou seja, a meu ver, enunciar o conceito de ‘projecto’, por si só, não colmata esta necessidade. (…) Elaborar um discurso ainda que sumário acerca da temática, dos pressupostos, e dos propósitos do fórum, torna-se desde já necessário (…) ).
Parece-me ainda que uma sub-organização em “Projecto” e “Objecto” era produtiva para o estabelecimento de uma base.
ANTE - ORGANIGRAMA
Se um fórum na rede se define enquanto lugar de pensamento colectivo, (um “cérebro colectivo” para Kerckove), tal não prescinde da definição de uma estrutura base, ainda que permanentemente aberta, sobre o qual o edificar. Leia-se, e como discutimos no jantar, uma estrutura aberta incluso do ponto de vista técnico. Isto é, que se socorra de um sistema técnico (equipamento, programação, etc) não necessariamente complexo, e cuja gestão-control-manutenção prescinda do nosso envolvimento, em prole de uma participação sinergética em equipa. Utilizar o Laboratório por si dirigido, parece como sugeriu resolver desde logo esta questão técnica. Mas, como aludi, nenhuma instalação se constrói sem um projecto. E antes de um projecto, um programa (questão para que espontaneamente a nossa conversa a-sincrónica se tem dirigido). E se um dos conteúdos de um programa é a definição precisa das suas áreas / actividades; eu imaginaria um organigrama, em que núcleos e ligações pouco significassem; senão um estado preciso de re-organização temporariamente estável em dado momento.
(No entanto, como o momento zero do fórum ainda não ocorreu, podemos então realizar o exercício de definir o estado em que arrancará; e, pelo menos o imaginar. Projectar.)
A estrutura de qualquer fórum, como bem defende, deveria basear-se em suportes (fomentos?) da reflexão - a actividade é o debate. Portanto poder-se-ia ter um fórum propriamente dito, por ‘e-mail’ a-sincrónico, mas igualmente um ‘chat’ sincrónico. (O desenvolvimento de actividades de grupo propriamente ditas - supostamente qualquer que fosse - poderia suscitar o encontro em locais físicos.)
Paralelamente ao desenvolvimento de uma (por vezes várias) discussão colectiva e plural no fórum; qualquer dos membros poderia aprofundar posições-linhas variadas, redigindo papers (sobre a temática precisa em discussão ou outras), os quais seriam canalizados para uma espécie de ‘memória’. Um banco de bases de dados, contendo colecções de papers significativos, mas também bibliografias, o arquivo da vida do fórum, etc.
No seguimento do exposto, penso ainda que algumas zonas do fórum poderiam se orientar para o suporte á realização de investigações-actividades delimitadas (enfatizando a ideia de ‘collaborative work’); contrariando uma das suas expressões - i.e. “que o importante seja o problema , não a resposta, nem a aplicação prática ou solução definitiva”. Se está em causa o estauto do conhecer, também está a sua operatividade. (Teorias que não superam o desejo de se confrontar com as questões em que se movem, ainda provisionalmente, não correm por vezes o risco de se reduzir a uma espiral de redundância e vazio?). A referida zona de biblioteca de papers, e local de projecto (enquanto trabalho-praxis-uso das teorias), parece produtiva; pelo que se deve procurar que o projecto enuncie igualmente a sua concretização de uma forma precisa e rigorosa. (É pertinente igualmente a sua ideia de existir um local de exposição de trabalhos ditos ‘prácticos’).
Em suma: como e com o que é que acha que deveria arrancar um fórum (isto é pelo que é que começaria a ficar definido o seu projecto)?

1/28/09

SpringerWienNewYork

Gonçalo M. Furtado C Lopes, “Envisioning an Evolving Environment-Encounters of Gordon Pask, Cedric Price and John Frazer: A Brief Account”, in: Roy Ascott, Wolfgang Fiel, Gerald Bast, Margarete Jahrmann (eds.), “New Realities. Being Syncretic, NewYork-Wien: SpringerWienNewYork, 2009, pp.118-122.


See also:
G.Furtado, “Envisioning an Evolving Environment-Encounters of Gordon Pask, Cedric Price and John Frazer: A Brief Account”, in: W.Fiel, M.Jahrmann (eds.), “New Realities. Being Syncretic. BOOK OF ABSTRACTS”, Wien: University of Applied Arts, 2008, p.34.

1/23/09

MESTRADO UNIVERSIDADE DE AVEIRO

MESTRADO EM CRIAÇÃO ARTÍSTICA CONTEMPORÂNEA
UNIVERSIDADE DE AVEIRO

- 26 Janeiro 2009, 10.00h -
“Arquitecturas Experimentais: Práticas Criativas Contemporâneas”
Candidato: Nuno Hélder Cardoso Pais Varela
Presidente: Prof. Associado Doutor Vasco Afonso da Silva Branco (Univ. Aveiro)
Arguente: Prof. Auxiliar Doutor Gonçalo Miguel Furtado Cardoso Lopes (F.A.U.P.)
Orientador: Prof. Auxiliar Doutor João António de Almeida Mota (Univ. Aveiro)

- 26 Janeiro 2009, 11.30h -
“O Cubo fora do cubo branco”
Candidato: José Manuel de Magalhães Pereira
Presidente: Prof. Associado Doutor Vasco Afonso da Silva Branco (Univ. Aveiro)
Arguente: Prof. Auxiliar Doutor Gonçalo Miguel Furtado Cardoso Lopes (F.A.U.P.)
Orientador: Prof. Auxiliar Doutor João António de Almeida Mota (Univ. Aveiro)

1/20/09

UNIDADE 7

Gonçalo Furtado, “In between. Critical Artefact: Architectural Thought is a regime. In Between (Proyecto, Teoria y Construcción)”, in: José Martins and Pedro Barata Castro (eds.), Unidade, N.7, December 2008, p.110-113.

Paginas Brancas

Diana Sousa (Coord.), Paginas Brancas 2008, Porto: QuidNovi e AEFAUP, 2008.

Inclui projectos de: Adalberto Dias, Alberto Lage, Atelier 15, Álvaro Andrade, Ana Alves Costa, Ana Isabel Costa e Silva, André Santos, António Madureira, António Neves, Camilo Rebelo, Carlos Guimarães e Luís Soares Carneiro, Carlos Machado, Carlos Prata, Daniel Oliveira, Eliseu Manuel, Filipa Guereiro, Francisco Barata Fernandes, Gonçalo Furtado, Hélder Casal Ribeiro, João Pedro Xavier, Joaquim Teixeira, José Cabral Dias, José Manuel Soares, José Miguel Rodrigues, Luís Urbano, Luís Viegas, Manuel Botelho, Manuel Graça Dias + Egas José Vieira, Maria José Casanova, Nuno Brandão Costa, Nuno Grande, Nuno Lacerda, Nuno Valentim, Paula Petiz, Pedro Alarcão, Pedro Gadanho, Pedro Leão Neto, Rodrigo Coelho, Rui Américo Cardoso, Serôdio Furtado & Associados Arqts Lda, Teresa Fonseca.

1/15/09

REVISTA DÉDALO: CONCURSO DE IDEIA - COBERTURA DA GALERIA DE PARIS

CONCURSO DE IDEIAS: COBERTURA DA GALERIA DE PARIS
ORGANIZAÇÃO REVISTA DÉDALO

Entrega de Cartazes: FAUP, 18-1-2009
Avaliação de trabalhos: FAUP, 28-1-2009 (Juri: R.Pinto, G.Furtado, N.Valentim)
Apresentação: N.Grande

Intervenção no património urbano


Debate síntese Inner City: "Intervenção no património urbano"

Pedro Bragança et alts (Orgs.), com presença de todos os contribuintes em debates do Programa Inner City

15 Janeiro 2009, Cinema Passos Manuel, 21.45.

1/5/09

DEBATES PAGINAS BRANCAS


> Páginas Brancas 2008 | AEFAUP apresenta o 3º nº da publicação


19 de Janeiro | 18h30 | sala plana, FAUP
'Páginas Brancas 2008 e a Escola do Porto' – Crítica pedagógica
com Alexandre Alves Costa, Filipa Guerreiro, Camilo Rebelo, Manuel Maria Reis, Jorge Hall e Nuno Grande como moderador

22 de Janeiro | 18h30 | sala plana, FAUP
'Páginas Brancas 2008 e a Escola do Porto' – Prática disciplinar
com Francisco Barata, Gonçalo Furtado, Álvaro Domingues, Jaime Eusébio e Pedro Gadanho como moderador